Quero um emprego novo. O que preciso fazer?
9 de abril de 2016
Especialização, MBA ou Mestrado? Entenda as diferenças e escolha a melhor opção para você
20 de maio de 2016

O desafio de gerenciar mudanças nas organizações

Em tempos de mudanças tão rápidas e significativas, é preciso estar preparado para passar por elas. Livros tais como “Nascimento da Era Caórdica” e “Organizações Exponenciais” trazem exemplos de organizações que conseguiram (ou não) acompanhar as mudanças e se manter no mercado.  Mas o que exatamente fez a diferença para as empresas que obtiveram sucesso?

Recentemente tive a oportunidade de falar para executivos sobre a importância de fazer gestão da mudança nas organizações, como planejar e executar mudanças, e como incorporar esse modelo à cultura da organização. A seguir, compartilho alguns pontos que abordei nessa apresentação e que considero fatores críticos de sucesso.

1) Mudanças não são projetos, são uma constante.  Não trate a mudança como um projeto que tem data para começar e para terminar.  Incorpore à organização uma cultura de mudança.

2) Toda mudança deve ter como objetivo alcançar algo melhor.  Se não há incremento previsto (de qualidade, de produtividade, de faturamento e etc.), a mudança fica sem sentido.

3) A área de Recursos Humanos tem papel fundamental de suporte ao negócio. Ela deve apoiar os executivos no planejamento da mudança, participar ativamente na definição da estratégia e na execução de um plano comunicação com ações que atinjam diferentes públicos.

4) Mudanças em empresas são feitas por pessoas.  As organizações mudam porque as pessoas mudam em algum aspecto: estratégia, processo ou perfil. Por isso, é vital o envolvimento da liderança e de pessoas-chave; elas farão a mudança acontecer e atuarão como guardiões do clima organizacional.

5) Defina indicadores e acompanhe os resultados.  Além de estabelecer o estado desejado,  determine pequenas vitórias a serem conquistadas ao longo do período de transição e os indicadores que serão medidos. Assim você conseguirá acompanhar se está no caminho certo.  Afinal, se você não sabe para onde quer ir, então qualquer caminho serve.

6) Comunique, comunique, comunique!  As pessoas lidam melhor com a mudança quando sabem o que e porque estão mudando.

7) Não tenha medo de mudar, tenha medo de não mudar.